Blog

Dica nº 9- Para cada idade, uma responsabilidade…

Bom pessoal, encerramos  hoje essa série de sugestões sobre como lidar com a criança em cada idade.

Espero que vocês tenham gostado e “tirado” algum proveito dessas nove dicas!:))

                 Chegar em casa com sinais de que ingeriu álcool

Pode acontecer a partir dos 13 anos

Adolescente chegando em casaSituação: O adolescente tem uma postura natural de experimentar. Muitos, após festas, chegam em casa com sinais de bebedeira e, em caso mais sérios, de que consumiu outras drogas.

Correção: Conversas sobre álcool, drogas e sexo devem começar cedo. Mas é na adolescência que os pais devem estreitar o diálogo. Se repararem sinais de consumo de álcool, precisam explicar que cada ação tem hora para ocorrer. Dependendo, vale proibir de sair ou cortar mesada. Em casos extremos, vasculhar as coisas dos filhos é válido. “Os pais precisam entender que o poder da vida dos filhos está nas mãos deles, mesmo que os filhos não vejam isso”, diz a psicóloga Jerusa G. da Silva.

More

Dica nº 8- Para cada idade, uma responsabilidade…

Essa dica fala da criança viciada em internet e que muitas vezes passa despercebido pelos pais…

É uma questão bem importante que os pais deveriam dar maior  ATENÇÃO!!!

 

Criança na Net  Viciado em Internet

por volta do 8 a 9 anos

 Situação: A criança passa horas em frente ao computador, deixa os estudos e outras atividades de lado.

Correção: Os pais precisam estabelecer horários e fiscalizar o cumprimento desse acordo. A criança não deve passar mais de duas horas por dia navegando.

More

Dica nº 7- Para cada idade, uma responsabilidade…

A atitude preconceituosa que muitas crianças e adolescentes tem, deve ser muita discutida, explicada, refletida em casa e também na sala de aula. Essa criança ou jovem,  precisa se colocar no lugar do outro, imaginar a situação e ir refletindo para mudar seus atos e falas.

TER ATITUDES PRECONCEITUOSAS

Manifesta-se de forma mais agressiva na pré-adolescência (entre 9 e 12 anos), quando meninas e meninos querem pertencer a um grupo

Preconceito na escola

Situação: Agir com preconceito frente ao diferente – seja o colega mais alto ou mais baixo, um portador de necessidades especiais ou um idoso. Xingar, apontar o dedo, colocar apelidos ou tratar com indiferença e superioridade.

Correção: É obrigação dos pais transmitir valores positivos, sobretudo o respeito ao próximo. Tem que chamar a atenção do filho e fazer com que ele peça desculpas. É preciso reparar o mal que foi feito. Uma lternativa é visitar um asilo para idosos, um orfanato ou um hospital. Mas o exemplo deve vir de casa.

More

Dica nº 6- Para cada idade, uma responsabilidade…

Hum…quem é que nunca viu essa fala?:

- Mãe, nãaao quero tomar banhoooo…

Pois é, a dica de hoje fala sobre essa questão tão frequente em muitas famílias:)))

                                                      A FASE DO CASCÃO

                                                    Entre 9 e 11 anos

Criança cascão Situação: A criança acha que rotinas de higiene são desnecessárias.

Correção: É uma fase natural. Os pais não devem deixar que os filhos façam só o que querem e devem conversar, explicar e fazer com que eles se limpem. Assim as crianças vão percebendo que não é tão complicado nem tão difícil como imaginavam. E cada vez mais irão se sentir bem por estarem com o corpo, as unhas e as roupas limpas!!!

More

Dica nº 5- Para cada idade, uma responsabilidade…

A dica de hoje fala de algo muuuito importante…Não mexer no que é dos outros.

Essa “mania” que muitas crianças tem, deve sim ser advertida, explicada e atendida pelos pais,  professores e responsáveis.

                               Pegar objetos dos outros

                             Entre 5 e 8 anos

Pegar coisas do outro

Situação: A criança quer tanto uma coisa que pega escondido.

Correção: Os pais não podem ser coniventes com essa postura e devem explicar a gravidade do que fez, obrigá-la a devolver e pedir desculpas ao amiguinho, ao gerente da loja, ao jornaleiro…

Nos casos em que o objeto foi consumido ou estragado, os pais devem estabelecer uma obrigação para que ela repare o dano. Vale ajudar o jornaleiro ou descontar da mesada.

More

Dica nº 4- Para cada idade, uma responsabilidade…

Quando criança eu adorava fazer essa cena: Arrumar umas peças de roupas numa bolsa e dar umas voltas ao redor da casa dizendo que iria embora…hehehe

É típico dessa fase.:))

Xingar pais   XINGAR OS PAIS OU AMEAÇAR FUGIR DE CASA

 ( a partir dos 4 anos)

Situação: Algumas vezes, ao contrariar os filhos, os pais ouvem frases como: ” Você é a (o) pior mãe (pai) do mundo”, ou “Vou fugir de casa”.

Correção: A reação é momentânea. Explique a criança que ela pode não gostar de você, mas terá que conviver com você até ser adulta. Diga que a ama. Se surgirem palavrões, repreenda  e afirme que ela precisa respeitar os pais.

More

Dica nº 3- Para cada idade, uma responsabilidade…

Quem é que nunca viu uma cena dessas num mercado ou numa loja de brinquedos??!

Mas felizmente,  para tudo há uma solução amigável! :) ))

Fase do eu quero

FASE DO ” EU QUERO”

3 aninhos ( ápice por volta do 5 anos)

Situação: As crianças fazem chantagem e escândalos para conseguir algo – como ter um brinquedo. Muitos pais ficam envergonhados e cedem.

Correção: A criança tem que entender um ” não”. Abaixe-se ao nível dela e diga com firmeza: “O que você está fazendo é errado, e a mamãe (ou o papai) não vai aceitar esse comportamento”. Nunca ceda ao capricho, senão as crianças vão acreditar que sempre conseguirão tudo se espernearem. Se continuar com choro e grito, retire a criança do ambiente até ela se acalmar.

More

Dica nº 2- Para cada idade, uma responsabilidade…

A dica de hoje fala de algo que acontece de modo frequente com muitos casais…

          DORMIR COM OS PAIS

          2 aninhos

Dormindo com os pais

Situação: Os filhos usam pretextos para dormir na cama dos pais ou a companhia de um deles na própria cama.

Correção: O certo é que os pais habituem a criança a dormir no próprio quarto desde cedo. Se isso não foi feito quando o filho(a) era bebê, aos poucos, devem condicioná-lo. Vale ler histórias ou colocar músicas até a criança dormir e, de forma gradativa, deixá-la sozinha.

Outra forma é criar um ritual para dormir – tomar banho, escovar os dentes-, pois com a repetição do hábito, a ação pode funcionar como mecanismo para ativar o sono no cérebro.

More

Dica nº1- Para cada idade, uma responsabilidade…

Estaremos postando no nosso blog, uma série de sugestões, que deveriam ser aplicadas, principalmente, pelos pais… Mas sempre é valido para nós, na área da educação, sabermos como agir em cada situação apresentada.

Então, vamos as dicas!

                               BATER NOS OUTROS

                        1 aninho

Criança 1 ano

Situação: Quando contrariadas, as crianças batem nos pais e/ou responsáveis ou mordem os coleguinhas.

 

 

Correção: Essa é uma atitude instintiva, nem sempre quer dizer falta de limites. Toda vez que isso acontecer, desde bebês, repreenda com negativas e voz firme!

 

Fonte:Jerusa G.da Silva(psicóloga)

More

A psicopedagogia na instituição escolar

A psicopedagogia é a área de estudos dos processos e das dificuldades de aprendizagens de crianças, adolescentes e adultos.

O trabalho do psicopedagogo é terapêutico, centrado na aprendizagem, levando em consideração o aprendiz como um todo. Assim é possível encontrar os melhores meios de desenvolver seus potenciais e combater suas dificuldades na construção do conhecimento, nesse caso falamos, no ambiente escolar.

Na instituição escolar o psicopedagogo poderá, entre outras…               images

  • Auxiliar, dar dicas na melhor forma de elaborar um plano de aula para que os alunos possam entender melhor o que é ensinado;
  • Ajudar na elaboração do projeto pedagógico;
  • Orientar os educadores na melhor forma de ajudar, em sala de aula, aqueles educandos com dificuldades de aprendizagem;
  • Encaminhar o aluno para um profissional ( psicólogo, fonoaudiólogo, psicopedagogo…);
  • Realizar um diagnóstico institucional para averiguar possíveis problemas pedagógicos que possam estar prejudicando o processo de ensino aprendizagem;
  • Conversar com pais e/ou responsáveis para fornecer orientações;
  • Ouvir, conversar com a criança ou adolescente quando este precisar de orientação;
  • Realizar processo de orientação educacional, vocacional e ocupacional, tanto na forma individual quanto em grupo…

     O psicopedagogo é extremamente importante na instituição escolar, pois este profissional ajuda no estabelecimento de vínculos e estimula o desenvolvimento de relações interpessoais.

Portanto é extremamente importante que o psicopedagogo saiba ouvir, tenha um olhar  atento a situação apresentada, não deixe de  buscar , pesquisar, estudar,  se informar  para assim poder compreender de forma mais completa estas crianças, jovens que já estão tão criticados e desacreditados por não corresponderem as expectativas dos pais e professores!

More

Concursos a vista…

Olá pessoal!

Tem concursos pintando na área!!!

Então… hora de estudar e ótima prova:)

Vagas para:

Prefeitura Municipal de TAPEJARA -RSConcursos na área...

Inscrições até 14/05/2013

Prefeitura Municipal de ARARAS -SP

Inscrições até 09/05/2013

Para maiores detalhes acesse:

http://concursosnobrasil.com.br/concursos/cargos/psicopedagogo.html

Prefeitura Municipal de COMENDADOR GOMES – MG

Inscrições até 31/05/2013

http://www.assconex.com.br/

 

 

More

Hora de estudar para mais um concurso!

ESTUDANDO PARA CONCURSOInfelizmente não são muitos os concursos para a área de psicopedagogos.
Precisamos estar sempre atentos às novas vagas.
Para dar uma “mãozinha”, selecionamos aqui duas inscrições abertas para o mês de março.
Bom estudo a todos e excelente concurso!
 
PREFEITURA MUNICIPAL DE MONTE CARLO
ESTADO DE SANTA CATARINA
Inscrições até: 28/03/2013
PREFEITURA DE MARIZÓPOLIS PB
Inscrições até 15/03/2013
Confira: http://www.pciconcursos.com.br/formacao/psicopedagogo

More

A Psicopedagogia!

A psicopedagogia é um campo do conhecimento que busca e agrega saberes das áreas da neurologia, pedagogia, psicologia, fonoaudiologia, pediatria e psicanálise. A psicopedagogia pode apontar caminhos mais amplos para a superação da não aprendizagem e consequentemente para a construção de um ensino efetivo. Conclui-se que o psicopedagogo no exercício de sua função, seja institucional ou clínica, é um profissional de amplos conhecimentos sobre educação, aprendizagem e desenvolvimento humano, seja físico, cognitivo e emocional, que contribui significativamente no diagnóstico de dificuldades de aprendizagem e na intervenção para sua transposição.

More

Fantástico revela esquema de corrupção em concursos públicos

Após a transmissão da reportagem sobre o esquema de corrupção levado a cabo por várias empresas de gestão de concursos públicos, expresso a minha indignação e total desaprovação.

Passei vários concursos de psicopedagogia e pedagogia na minha vida, mas nem sempre foi assim. Nem sempre passei, mas lembro muito bem de algum concurso onde os participantes anunciavam que o concurso tinha “marmelada”. A empresa organizadora da aplicação das provas não iria deixar levar a prova para conferir após a divulgação do gabarito.

Porque isso?

Na última reportagem do programa Fantástico da TV Globo revelaram flagrantemente os funcionários mentirosos que, a pedido de políticos corruptos, montavam o esquema para aprovar familiares, parentes ou pessoas afins. É injusto. Até quando aguentar esses políticos. É um abuso.

Por outro lado agradeçamos aos meios de comunicação, repórteres e jornalistas por pôr em evidência a estas baratas. E esperemos que as autoridades tomem ação para punir aos responsáveis.

More

Material para psicopedagogia

Material para psicopedagogiaO psicopedagogo e a psicopedagoga requerem sempre estar atualizados com artigos em psicopedagogia ou com livros. Ter a disposição dentro do material para psicopedagogia resumos de livros, sinopses e artigos é sempre útil pois poupa tempo e faz referência aos conhecimentos já adquiridos mas que sempre é bom relembrar.

O futuro psicopedagogo clínico ou institucional que se encontra cursando pós graduação em psicopedagogia, ou que está fazendo a especialização em psicopedagogia encontrará na Apostila de Conhecimentos Específicos em psicopedagogia uma ferramenta útil para concluir sua monografia em este campo de estudo.

Este material psicopedagógico está baseado nos principais livros de psicopedagogia com autores como: Russel A. Barkley; Eulalia Bassedas; Nadia Bossa; Alicia Fernandez; Vitor da Fonseca; Jesus Nicasio Garcia; Esteban Levin; Janet R. Moyles; Philippe Perrenoud; Newra Tellechea Rotta; Cesar Coll Salvador; Mariángela Gentil Savoia; Corine Smith, Lisa Strick; Beatriz Judith lima Scoz; Paulo Berel Sukiennik; Marilee Sprenger; Fermino Fernandes Sisto, Selma de Cássia Martinelli; Adriana Wagner; Maria Lúcia Lemme Weiss e Dilaina Paula dos Santos.

Este material para psicopedagogia representa uma sólida base teórica para entender a intervenção psicopedagógica e o papel do psicopedagogo, seja para seu concurso público, pós graduação ou pelo simples gosto da psicopedagogia!

More

Feliz 2012! Prosperidade, Psicopedagogos!!!

Prosperidade dinheiroA todos os psicopedagogos do Brasil, espero que esse ano que passou, vocês tenham conseguido seus objetivos e tenham ganhado esse concurso público que tanto desejavam.

Agradecemos aos visitantes do blog e esperamos ter ajudado com essa apostila feita por psicopedagogos para psicopedagogos. Também esperamos que tenham praticado e testado seus conhecimentos com as provas de psicopedagogia disponibilizadas na área de download.

Desejamos a você nesse 2012, muita saúde, prosperidade e felicidade. Como psicopedagoga sei que a prosperidade pode ser apresentada de diferentes maneiras de acordo com a fase da sua vida. Recentemente assisti a um vídeo que me conduziu a refletir sobre quem somos, o que temos e o que fazemos. Já que você está procurando prosperidade através de um concurso público, isso poderá lhe ajudar: www.gotasdeprosperidade.com.br



More

Concursos públicos para psicopedagogo

Concursos Públicos para PsicopedagogosÉ com satisfação que ficamos sabendo dos concursos a efetuar nas distintas regiões do Brasil. São sobre tudo as prefeituras que estão requerendo o cargo público de psicopedagogo.

Os concursos públicos para psicopedagogo aplicarão provas em cidades como: São Francisco do Brejão, Maranhão; União de Minas, Minas Gerais; Ipiranga do Norte, Mato Grosso; Breves, Paraná; Campina Grande, Paraíba; Santo Antônio do Palma, Rio Grande do Sul, Fraiburgo e Rio do Sul, Santa Catarina; Cacoal, Roraima; Nova Odessa e Paraibuna, São Paulo.

A pesar de serem vários os concursos públicos para psicopedagogo, em geral apresenta-se uma vaga só para cada um deles.  O salário e a carga horária varia de região a região, mas ainda podem ser encontradas vagas com 20 horas de trabalho por um salário pouco maior que R$1.200.

Os conhecimentos específicos descritos nos editais das provas mostram que continuam valendo a metade das perguntas. Dominar estes conhecimentos significa dominar metade do sucesso na sua prova. Atenção especial para o estatuto da criança e do adolescente que aparece em todos os editais.

More

5 Dicas para estudar em Concurso Público

Faça um plano e comprometa-se. Para passar em concurso público você requererá de compromisso e disciplina, mas também de conhecimentos, pratica, concentração e memória, e saber resolver a prova no tempo estipulado.

1.       Faça o plano

Seja no computador ou no papel, você pode organizar uma série de atividades e estudar para o concurso, abrangendo o conteúdo da prova indicado no edital. É melhor conhecido como diagrama de Gant, onde por um lado, você colocará em uma coluna as tarefas a cumprir e por outro, você “calculará” o tempo que requer cada atividade para ser completada. Talvez alguma atividade dependa de outra para ser completada. Um calendário lhe ajudará a definir a duração de cada tarefa e administrar o seu tempo para cobrir cada item a ser estudado. Fazer o plano ao estudar para concurso público é uma ferramenta básica que fornecerá um panorama do que tem que ser estudado e em quanto tempo será alcançado. Esse plano pode ser feito de maneira simples no programa Excel, porém se você quiser detalhar recursos e blocos de tarefas, também pode usar o programa Project.

2.       Adquira o conhecimento

Sem conhecimentos você requererá de muita pontaria para resolver a prova J. O conhecimento pode ser adquirido de maneira autodidata ou através de um professor, inclusive por meio da experiência de trabalho. Leve em consideração aprender por conta própria. Depender o tempo todo de alguém para resolver suas perguntas adota uma posição passiva que não leva ninguém a ser bem sucedido.  Se você é um profissional de alguma área de estudo, você já deve ter adquirido grande parte dos conhecimentos específicos, dos conhecimentos básicos como português, matemática e informática, e você precisará refrescar e praticar isso de que você já tem noção.  Ao revisar o edital você saberá o que deve estudar, procure apostilas para concurso, resumos de livros, guias para concurso e demais materiais que lhe ajudarão a adquirir o conhecimento por conta própria. Mas se você prefere inscreva-se em um curso preparatório.Você decide o que é melhor para você.

3.       Concentre-se na prática

No post sobre motivação afirmamos que aquele que pratica alguma atividade com frequência perde o medo e obtém certo domínio nesse âmbito. Você vai realizar uma prova de concurso público na sua área de atuação, então resolva todas as provas que você puder simulando a prova real. Verifique o gabarito e corrija seus conhecimentos. A aprendizagem através de tentativa e erro é excelente para certificar, não só as respostas corretas, mas também os erros comuns. Dedique um tempo para a prática no seu plano de estudo para passar em concursos. Se você não tem um plano, descarregue grátis o arquivo em Excel que tem a disposição se cadastrando neste site.

4.       Aprimore sua memória

Chegou o momento da prova, você tem a folha de questões e a de respostas nas mãos, mas é toda uma confusão porque todas as respostas estão na ponta da língua! Ou nas profundidades de uma grande lacuna! Se você precisa exercitar a concentração e a memória para reter os conhecimentos estudados, recorra às técnicas principais como repetição e retenção.

Uma técnica muito eficaz e que parece até boba é ensinar a alguém mais. É comprovado em sala de aula que aqueles alunos com maior retenção são aqueles capazes de repetir e explicar um novo conhecimento adquirido. Peça ajuda a um amigo, um familiar ou mesmo ao espelho e dê uma aula disso que acabou de ler ou apreender. Ao fazer esta atividade surgirão dúvidas que lhe ajudarão a acrescentar seu conhecimento e memória.

5.       Resolva a prova inteligentemente

Além de ter o estudo e dominar os conhecimentos existe um pequeno detalhe, as pessoas que redigem as questões das provas para concurso público gostam de confundir o concursando. Uma pequena mudança de palavras e pronto, a resposta é outra.  Ao estudar para concurso público treine a leitura com atenção, e compreensão das questões. Também administre o tempo conscientemente para resolver a prova inclusive para saber quando ir ao banheiro!.

More

Pegadinha de psicopedagogia com pergunta de Alícia Fernandez

A parte de conhecimentos específicos constitui na maioria das provas de concurso público em psicopedagogia a metade das perguntas apresentadas. Refletimos sobre este tema na página de Provas de concurso.  A seção de conhecimentos específicos de psicopedagogia da prova avalia o conhecimento de conceitos e autores como por exemplo na pergunta seguinte:

A educadora argentina Alícia Fernandez ofereceu importante contribuição ao entendimento do processo de aprendizagem.

De acordo com esta autora:

I. o fracasso escolar  é resultante de um problema de aprendizagem como dislexia ou disgrafia;

II. a psicopedagogia clínica deve levar em consideração os processos inconscientes que dificultam a aprendizagem;

III. o fracasso escolar aponta para uma falha na relação docente-aluno;

IV. algumas vezes, o fracasso escolar indica a existência de uma leve deficiência mental .

Assinale apenas as afirmativas corretas:

(A) I e II;
(B) II e III;
(C) II e IV;
(D) I e IV;
(E) II e IV.

REFLITAMOS…

Também… as opções da pergunta não ajudam né!! Estes desenhadores de perguntas só pensam como atrapalhar a gente :)   Sabemos que a opção (D) está muito fora..

Então a resposta correta é: …

Se não sabe clique aqui, eu acho que vai ajudar.

Agora, se você sabe, não seja egoísta e comente aí ?

More

A psicopedagogia e a prática… aspectos

Mestres como Alicia Fernández, Corine Smith, Mariângela Gentil, Nadia Bossa, ou Eulália Bassedas, entre outros, compartilham sua sabedoria a respeito de temas como diagnóstico psicopedagógico, avaliação psicopedagógica da criança, fracasso escolar, dificuldades de aprendizagem, psicopedagogia clínica e institucional. O estudante e o profissional da psicopedagogia terão certamente estas referências na aplicação do trabalho, porém nada substitui a experiência adquirida justo na “linha de fogo”.

Além disso, sabemos que o trabalho do psicopedagogo isolado leva a resultados limitados em comparação com um trabalho em conjunto. Por exemplo, a criança com dificuldades de aprendizagem deverá ser certamente analisada, porém o comportamento da criança está diretamente relacionado com o seu núcleo familiar. Fica então necessário abranger aos pais dentro da análise. Quando você for tratar uma criança dê uma olhada nos pais. Uma mudança e a correção de uma disfunção sempre vêm melhor quando se trata em conjunto.

More

12

Passar em Concurso Público de Psicopedagogia | Provas | Material de estudo | Apostila para psicopedagogos